Conecte-se conosco

Inscrever-se

Campo Limpo Paulista

Prefeitura antecipa aumento de 10% para servidores

O anúncio foi feito em uma live de gestores de Campo Limpo Paulista. Outra notícia: os professores terão equiparação salarial ao teto salarial de R$ 3845,63 sugerido pelo governo federal

Na noite da sexta-feira (11) a Prefeitura de Campo Limpo Paulista promoveu live em que anunciou a antecipação de reajuste salarial de 10% para todos os funcionários municipais – a data-base da categoria é o mês de abril. O momento também serviu para esclarecer diversos pontos importantes como cartão alimentação, benefícios e a implantação do E-social. Participaram do encontro o gestor de Educação, Vinícius Passarin; de Finanças, Fábio Ferreira; além de Ana Laura Victor, de Recursos Humanos.

A decisão de antecipação do reajuste ocorreu após um estudo de impacto financeiro, dando assim segurança ao processo. Um congelamento salarial foi decretado pelo governo federal (LC 173/2020) para combate à Covid, o que acarretou perdas ao salário dos servidores de todo o país. “O prefeito Luiz Braz fez questão de levar esse benefício, esse ano, o mais breve possível, porque sabe a expectativa dos servidores quanto a essa recomposição salarial”, diz Fábio Ferreira.

Hoje, Campo Limpo Paulista é uma das cidades da região com o menor orçamento municipal. Mesmo assim, até esse momento, oferece o maior aumento ao funcionalismo – resultado possível com boa gestão e economia de recursos. O gestor Fábio Ferreira diz que o trabalho da administração está sendo árduo, no sentido de melhorar a receita municipal, e que nenhuma medida será feita sem a garantia de receita. “De nada adianta darmos um aumento que não representa a nossa capacidade financeira, não conseguindo, por exemplo, depois de pagar os salários ou 13º”.

A garantia de que nenhum professor da rede municipal de educação de Campo Limpo Paulista receberá menos que o piso salarial da categoria foi dada pelo gestor Vinícius Neves Passarin. No mês passado, o governo federal sugeriu através de portaria um teto salarial de R$ 3.845,63 para 40h, cabendo então a municípios e estados a regulamentação. “Assim que o anúncio foi feito começamos os estudos aqui na cidade e hoje podemos garantir esse valor também aos nossos professores”.

Campo Limpo Paulista aderiu à correção salarial concedida da categoria, mesmo tendo a cidade o menor orçamento da região (quando comparada a Jundiaí, Várzea Paulista, Cajamar e Itupeva). Durante a live da Prefeitura, Vinícius mostrou que em alguns casos, o salário terá 51,28% de aumento para o professor de 40h. Se somar esse valor ao vale alimentação, que passou de R$ 260,00 para R$ 400,00 esse ano, os vencimentos variaram de 15,20% a 56,78%.

Os gestores explicaram a importância da adequação ao E-social e falaram sobre as principais mudanças para esse trabalho. A gestora Ana Laura lembrou que o RH está aberto aos funcionários para dúvidas, reclamações e solicitações. Ela disse que ao longo de toda essa semana, devido a dúvidas na área de Educação, foram feitos plantões nas escolas municipais. “A nossa ideia é de aproximar o nosso trabalho ao servidor”.

Outra medida foi a recomposição salarial dos funcionários municipais que após o novo valor do salário mínimo ficaram com os vencimentos abaixo do valor.

Cadastre-se

Insira seu email para receber as novidades

Clique para comentar

Leave a Reply

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Matérias mais vistas

Prédio do novo Fórum da Comarca de Itupeva é inaugurado

Itupeva

TCE julga irregular repasse de R$ 98 milhões para o HSV em 2015

Jundiaí

Carnaval 2022: Veja o que abre e fecha em Campo Limpo Paulista

Campo Limpo Paulista

Cultura lança o programa Pé de Ouvido

Jundiaí

Cadastre-se

Insira seu email para receber as novidades

Jundiaí Notícias é marca registrada. Região Metropolitana de Jundiaí abrange Cabreúva, Campo Limpo Paulista, Itupeva, Jarinu, Jundiaí, Louveira e Várzea Paulista.

Conectar
Cadastre-se

Insira seu email para receber as novidades