Conecte-se conosco

Inscrever-se

Franco da Rocha

Hospital Estadual de Franco da Rocha passará a oferecer atendimento oncológico

Unidade gerenciada pelo Cejam ganha assistência oncologia, que beneficiará mais de 615 mil pessoas da região

Referência regional de saúde para atendimento de média e alta complexidade, o Hospital Estadual Albano da Franca Rocha Sobrinho, gerenciado pelo Cejam – Centro de Estudos João Amorim em parceria com o Governo do Estado de São Paulo, passará a oferecer tratamento oncológico à população de Franco da Rocha e região.

A unidade tem como foco situações de traumas, como acidentes, patologias de urgência e doenças crônicas que demandam cirurgias. Mas, a partir de 4 de julho, mais de 615 mil habitantes da região, que inclui, além de Franco da Rocha, os municípios de Francisco Morato, Caieiras, Cajamar e Mairiporã, poderão contar também com uma Unidade de Assistência de Alta Complexidade em Oncologia (Unacon), que oferecerá acesso a tratamento oncológico de qualidade nos tipos de câncer mais prevalentes.

De acordo com Tânia Regina Guedes, diretora técnica do hospital, a implementação é um ganho imensurável para a região, que anualmente registra 800 novos casos de câncer. “O tratamento oncológico implica em muitas idas e vindas ao serviço de saúde, obrigando o paciente, que já está bastante debilitado, a se deslocar muito, tendo que pegar trânsito ou sofrer em ônibus e trens, já que a maioria dos atendimentos é realizado na capital paulista”.

A especialista explica que a cidade está localizada em uma área considerada de difícil acesso para os grandes centros, tanto para as pessoas que possuem veículos como para os que dependem de transporte público.

Inaugurado em abril de 2011, o local foi projetado como hospital geral de atenção secundária e porta referenciada, atendendo exclusivamente adultos. Atualmente, a unidade concentra 27% de todos os leitos pertencentes ao Sistema Único de Saúde (SUS) na região e mais de 50% dos leitos de terapia intensiva habilitados.

Projeto
Referência local no que se diz respeito a traumas, ortopedia e urgências cirúrgicas, como neurocirurgia, cirurgia geral e do aparelho digestivo, o Hospital passará a oferecer também os serviços de oncologia em coloproctologia, trato gastrointestinal, ginecologia, mastologia, urologia, neurocirurgia e oncologia clínica.

Conforme Tânia, o projeto será implantado em três fases, cada uma com duração de quatro meses. A primeira será focada em atender pacientes portadores de neoplasias malignas do aparelho digestivo, coloproctologia e sistema nervoso central. “Na segunda fase, iniciaremos o atendimento a pacientes com tumores de mama e ginecológicos, enquanto na terceira completaremos o programa com a introdução do atendimento a pacientes com neoplasias malignas do trato urinário”, detalha.

A médica estima que, em 2022, o Unacon realize 2.080 sessões de quimioterapia, 62 cirurgias oncológicas, 1.180 consultas médicas e atinja números ainda mais expressivos quando o projeto estiver totalmente implementado.

“A proposta é que, anualmente, realizemos 3 mil consultas especializadas, 650 procedimentos de cirurgia de câncer e 5.300 procedimentos de quimioterapia, conforme a Portaria nº 1.399, de 17 de dezembro de 2019, da Secretaria de Estado da Saúde”, reitera.

Para atender a este programa, o hospital disponibilizará aos pacientes um Hospital Dia onde o paciente oncológico realizará as consultas ambulatoriais e, também contará com uma área exclusiva para a infusão de quimioterápicos, atendimento multiprofissional com psicólogos, assistentes sociais, farmacêuticos e nutricionistas, e farmácia especializada em oncologia.

Para melhor acolhimento e atendimento, o Hospital Dia contará ainda com sala de curativos e recepção exclusiva, com acesso diferenciado para pacientes e acompanhantes. No Centro Cirúrgico, uma sala também será disponibilizada para a realização das cirurgias oncológicas, além de 10 leitos de UTI e 6 de enfermaria dedicados exclusivamente a atender à nova demanda.

Cadastre-se

Insira seu email para receber as novidades

Clique para comentar

Leave a Reply

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Matérias mais vistas

Prédio do novo Fórum da Comarca de Itupeva é inaugurado

Itupeva

Carnaval 2022: Veja o que abre e fecha em Campo Limpo Paulista

Campo Limpo Paulista

TCE julga irregular repasse de R$ 98 milhões para o HSV em 2015

Jundiaí

Primeira divisão do Campeonato Amador começa neste domingo

Várzea Paulista

Cadastre-se

Insira seu email para receber as novidades

Jundiaí Notícias é marca registrada. Região Metropolitana de Jundiaí abrange Cabreúva, Campo Limpo Paulista, Itupeva, Jarinu, Jundiaí, Louveira e Várzea Paulista.

Conectar
Cadastre-se

Insira seu email para receber as novidades