Conecte-se conosco

Inscrever-se

Jundiaí

Professora de Jundiaí é finalista do Prêmio Educador Nota 10

Com o trabalho pedagógico O Corpo Político, educadora concorre com outras iniciativas que buscam contribuir com a qualidade da Educação Básica Brasileira

O Prêmio Educador Nota 10, maior e mais importante prêmio da Educação Básica Brasileira, já tem seus 50 finalistas. Revelada no dia 8 de fevereiro, a lista conta com trabalhos pedagógicos de educadores de 14 estados. Entre eles está Djenane Vieira dos Santos Silva, professora de Arte do Centro Municipal de Educação de Jovens e Adultos Professor Doutor André Franco Montoro, em Jundiaí, que segue na busca por uma vaga entre os dez vencedores da 24ª edição do prêmio e pela chance de disputar o título de Educadora do Ano.

Djenane conquistou a Academia de Selecionadores com o trabalho O Corpo Político. A iniciativa da professora permitiu aos alunos vivenciarem a performance fazendo o uso do corpo como instrumento da arte, rompendo com tabus e preconceitos relacionados a gênero, classe, raça, opressões, desigualdades e padrões de beleza. Para alimentar o repertório da turma sobre o sentido da arte contemporânea, a docente convidou para conversas virtuais artistas que retratam o corpo e suas simbologias: o escultor Flávio Cerqueira, a multiartista indígena Márcia Kambeba e o performer Rodrigo Severo. Outras atuações relevantes na área, como as de Marina Abramovicz e Renata Felinto, foram organizadas em um site.

Todo o material das aulas podia ser consultado pelos jovens e adultos no horário mais conveniente para eles. No trabalho final do curso, apoiado na música “O Pulso”, dos Titãs, todos participaram, inclusive um aluno com deficiências múltiplas, que aprendeu os movimentos com as aulas e se expressou com desenvoltura durante a video performance.

Entre os projetos selecionados, 7 são de Língua Portuguesa, 7 de Geografia, 4 de Matemática, quatro focados no aprendizado de crianças bem pequenas e mais quatro destinados a crianças entre 4 e 5 anos. História, Ciências da Natureza, Educação Física, Artes, Coordenação Pedagógica e práticas com Educação Especial tiveram 3 trabalhos cada. Completam a lista, dois projetos de Língua Estrangeira, dois destinados à Gestão Escolar, além de um para Biologia e um outro focado em Química.

Por ciclo educacional, são 22 aplicados no Ensino Fundamental – somados anos iniciais e finais –, 10 no Ensino Médio e 9 na Educação Infantil. Há ainda 5 trabalhos de Gestão Escolar e 4 focados na Educação Especial. A região do país com maior representatividade entre os finalistas é a Sudeste, seguida pela Sul, Nordeste, Norte e Centro-Oeste.

O reconhecimento e a valorização desses profissionais se dão por meio da divulgação na mídia, redes sociais e um certificado de participação a cada um dos 50 finalistas. Eles também aguardam com ansiedade a seleção dos 10 vencedores, que serão anunciados ainda em fevereiro, por meio das redes sociais da Fundação Victor Civita, do Prêmio Educador Nota 10 e de seus parceiros: Abril, Globo, Fundação Roberto Marinho, SOMOS Educação, BDO Brasil, Nova Escola, Instituto Rodrigo Mendes e Unicef.

Cadastre-se

Insira seu email para receber as novidades

Clique para comentar

Leave a Reply

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Matérias mais vistas

Prédio do novo Fórum da Comarca de Itupeva é inaugurado

Itupeva

TCE julga irregular repasse de R$ 98 milhões para o HSV em 2015

Jundiaí

Carnaval 2022: Veja o que abre e fecha em Campo Limpo Paulista

Campo Limpo Paulista

Cultura lança o programa Pé de Ouvido

Jundiaí

Cadastre-se

Insira seu email para receber as novidades

Jundiaí Notícias é marca registrada. Região Metropolitana de Jundiaí abrange Cabreúva, Campo Limpo Paulista, Itupeva, Jarinu, Jundiaí, Louveira e Várzea Paulista.

Conectar
Cadastre-se

Insira seu email para receber as novidades